Programa Indústria Competitiva do Vale vai beneficiar 200 empresas da região

Sebrae-SP e Ciesp lançaram o programa hoje (12/11) em São José dos Campos; objetivo é oferecer capacitação continuada e planejada para pequenas indústrias

O Sebrae-SP e o Ciesp lançaram hoje (12/11) em São José dos Campos o programa Indústria Competitiva do Vale, que vai oferecer capacitação continuada e planejada para cerca de 200 pequenas empresas do setor industrial no Vale do Paraíba e Litoral Norte.

O evento de apresentação ocorreu na sede do Ciesp e contou com a presença de 80 pessoas, entre empresários, representantes do Sebrae-SP, Ciesp, Sesi e Senai.

Evento contou com a participação de aproximadamente 80 pessoas.

Na apresentação do evento, o gerente regional do Sebrae-SP, Rodrigo Matos do Carmo, ressaltou que o programa é uma oportunidade para as indústrias se manterem competitivas em tempos de crise.

“Fizemos um diagnóstico com empresas da região e vimos que é possível fazer muita coisa para melhorar em um curto espaço de tempo. O programa é uma novidade no estado, um projeto-piloto, e o sucesso vai depender do envolvimento das empresas”, afirmou.

O gerente de Tecnologia e Inovação do Sebrae-SP, Renato Fonseca, comandou a palestra “Cultura da Inovação na Indústria”, na qual abordou aspectos como gestão, tecnologia, acesso a mercado, liderança e a importância em se estabelecer indicadores de processos. “A inovação não é um evento, é um processo. E são as perguntas feitas no dia a dia que vão nortear esse processo e trazer ideias e soluções”, comentou Fonseca.

Capacitação

Na sequência, a consultora do Sebrae-SP, Michelle Raimundo dos Santos, apresentou detalhes do programa. Os empresários que aderirem ao Indústria Competitiva do Vale passarão por um diagnóstico inicial de gestão e inovação feito por especialistas do Sebrae-SP.

A partir daí, terão acompanhamento durante uma trilha de desenvolvimento que inclui cursos e oficinas técnicas sobre planejamento estratégico, finanças, gestão de pessoas, vendas, atendimento ao cliente e marketing. O destaque são as atividades do programa Sebrae Inova.

O investimento dos empresários é de R$ 3.000 (R$ 2.400 para associados do Ciesp), valor que representa 10% do custo das capacitações. Os outros 90% são subsidiados pelo Sebrae-SP e Ciesp. Os interessados podem aderir ao programa até o final do mês.

Após a apresentação, os empresários presentes fizeram a adesão ao programa. Narciso Spadotto, presidente da BioSystems, pretende incrementar a gestão de seu negócio com as atividades oferecidas.

“O projeto está dentro do escopo do que vem sendo desenvolvido na empresa, que faz parte de um planejamento de reestruturação iniciado há quatro anos. Temos que buscar a harmonia entre todos os setores e ver em que podemos melhorar”, afirmou Spadotto, que está em busca de certificações internacionais para poder exportar seus produtos.

Objetivos

O programa Indústria Competitiva do Vale foi formatado para atingir objetivos como movimentar o setor da indústria da região; aumentar a competitividade dos negócios, potencializar o desenvolvimento econômico e processos de inovação; investir na capacitação de empresários e gestores do setor e arregimentar grupos setor-segmento da indústria.

Elaborado em parceria com o Ciesp, o projeto trará capacitação para empresas dos segmentos metalmecânico, de alimentos e bebidas, automotivo, construção civil, gráfica, madeira e mobiliário e vestuário.

 

Comente