FIESP e CIESP divulgam destaques da balança comercial regional

Levantamento feito pelas entidades da indústria paulista foi divulgado na última terça-feira.

Entre janeiro e agosto de 2020, as exportações do estado de São Paulo somaram US$ 30,1 bilhões, uma queda de 12,4% em comparação ao mesmo período do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 33,7 bilhões, uma contração de 15,7% no período.

As regiões que dependem da exportação de produtos de maior valor agregado (aeronaves, automóveis e máquinas e equipamentos) tiveram seus resultados afetados pelas condições de mercado na Argentina e nos Estados Unidos. Aquelas com perfil exportador vinculado ás commodities (açúcares, carnes e celulosa) se beneficiaram do aumento dos embarques para a China.

As exportações da região de Jacareí registraram US$ 493,7 milhões no período, um decréscimo de 2,2% na comparação interanual. Já as importações somaram US$ 339,4 milhões, o que significa uma queda de 21,3% frente ao mesmo período do ano passado. Os principais produtos exportados foram pastas de madeira (47,3%), veículos automóveis, tratores (29,6%) e aeronaves e aparelhos espaciais (5,1%). Por outro lado, as importações da regional se concentraram em produtos químicos orgânicos (16,1%), alumínio e suas obras (15,4%) e máquinas, aparelhos e materiais elétricos (10,6%).

Principais mercados: no período analisado, os principais destinos das exportações de Jacareí foram Indonésia (31,5%), China (19,9%) e Países Baixos (Holanda) (9,1%). Por sua vez, as compras da regional tiveram como principais origens Estados Unidos (21%), China (14,4%) e Alemanha (13,3%).

Willian Martins, Agência Ciesp de Notícias

Comente