CIESP Jacareí promove debate sobre a situação político-econômica do País

Empresários e representantes de entidades civis discutiram sobre a atual situação da economia brasileira e os seus impactos na indústria

 

Na noite da última quinta-feira, 27, o CIESP Jacareí promoveu sua 263ª Reunião Plenária, contando com a participação de empresários e representantes de entidades civis.

O diretor do CIESP, Ricardo Esper, abriu a reunião ressaltando o trabalho desenvolvido pelo CIESP e pela FIESP no sentido de levar os problemas e as demandas da indústria ao governo federal.

“O Presidente Paulo Skaf tem viajado com frequência para Brasília e conversado com deputados, senadores e com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Skaf expressou, em nome dos setores produtivos, o nosso descontentamento com as medidas que compõem o ajuste fiscal, pois além de elevar a carga tributária, em momento algum foi mencionado algum mecanismo que reduza as despesas e otimize a gestão”, comentou.

Esper destacou a importância das empresas recorrerem ao CIESP nesse momento de incerteza.

“Somos a casa da indústria e estamos trabalhando para defender e pleitear melhorias para o setor. A reunião de hoje servirá justamente para entendermos os problemas pelos quais as indústrias estão atravessando e, posteriormente, encaminhá-las para a Presidência da entidade”, frisou.

“Nesse momento de incerteza econômica e de instabilidade crescente, somos obrigados a reduzir custos. Os impostos e a própria conjuntura econômica complicam de sobremaneira a atividade produtiva. Algumas indústrias, sobretudo as que exportam, conseguem obter consideráveis ganhos, mas aquelas que concentram suas operações no âmbito nacional passam por uma situação muito complicada”, concluiu Esper.

Empresários debatem a situação da economia brasileira.

José Nestor, representante da Adatex, indústria do setor têxtil, falou sobre as implicações negativas da crise no setor têxtil.

“Como todos sabem o setor têxtil é o primeiro a entrar e o último a sair de uma crise econômica. Mesmo mantendo o nível de emprego, muitas empresas têxteis estão sem perspectiva de melhora no curto e médio prazo”, disse.

Nesta segunda-feira, 31, o Presidente Paulo Skaf fará uma videoconferência com as 43 Diretorias Regionais, Municipais e Distritais do CIESP. A ideia é ouvir os associados e informa-los sobre as medidas adotadas pelo Sistema FIESP/CIESP diante da crise.

Willian Martins, Agência Ciesp de Notícias.

 

Comente